Pesquisar
Pesquisa Avançada

EnGPR 2017

Trabalhos Apresentados


NO COTIDIANO DE UM PRONTO SOCORRO: Um estudo sobre prazer e sofrimento com profissionais da enfermagem de um hospital privado


Informações

Código: EnGPR240
Divisão: EnGPR - VI ENCONTRO DE GESTÃO DE PESSOAS E RELAÇÕES DE TRABALHO
Tema de Interesse: Tema 05 - Prazer e Sofrimento no Trabalho

Autores

Caissa Veloso e Sousa (Curso de Mestr Acadêmico em Admin/Unihorizontes - Centro Universitário Unihorizontes) caissaveloso@yahoo.com.br
Patrícia Bruna Costa (Curso de Mestr Acadêmico em Admin/Unihorizontes - Centro Universitário Unihorizontes) patybruna25@hotmail.com
Marlene Catarina de Oliveira Lopes Melo (Curso de Mestr Acadêmico em Admin/Unihorizontes - Centro Universitário Unihorizontes) sec-diretoria@unihorizontes.br

Resumo

O trabalho possui um papel central na vida do homem, além de questões financeiras e de sustento, proporciona ao indivíduo uma relação com a sociedade, bem como uma função psíquica, que é um dos embasamentos da constituição da identidade e da subjetividade do sujeito. Este trabalho tem como objetivo identificar e analisar quais são as maiores fontes de prazer e sofrimento observados pelos profissionais da enfermagem em sua profissão. O estudo caracteriza-se como descritivo, com abordagem qualitativa. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 16 profissionais da enfermagem, atuantes no pronto socorro de um hospital privado. Identificou-se que os profissionais da área da saúde sentem prazer com o resultado de seu trabalho, porém o que deixa a profissão mais prazerosa é o reconhecimento vindo do paciente. Entretanto, o que leva esses profissionais ao sofrimento é exatamente a falta de reconhecimento e a sobrecarga sobre o profissional.

Abrir PDF