Pesquisar
Pesquisa Avançada

Simpósio 2006

Apresentação


XXIV SIMPÓSIO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

Inovação em Redes & Redes de Inovação
Gramado / RS
17 a 20 de outubro de 2006


A partir desta edição, o Simpósio passou a fazer parte do calendário de “seminários temáticos” da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ANPAD ). Realizado na cidade de Gramado, RS, Brasil, o XXIV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica, promovido pela ANPAD, foi organizado pelo Núcleo de Gestão da Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (NITEC/UFRGS) e pelo o Núcleo de Política e Gestão Tecnológica da Universidade de São Paulo (PGT/USP).

O tema central escolhido foi o imbricamento entre Inovação e Redes. No século do conhecimento, a fim de lidar com a complexidade do desenvolvimento tecnológico, a organização do processo de inovação requer mais do que um corpo coerente de estratégias, técnicas e ferramentas de gestão. Ao mesmo tempo, e por causa disto, tornaram-se raras as organizações que conseguem pôr em prática um sistema autônomo de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Neste quadro, o debate da gestão da inovação tecnológica aponta para o ambiente externo das empresas e instituições de pesquisa, isto é, para o estabelecimento de redes de interação para lidar com o volume de informações e gerar as soluções de valor necessárias em mercados cada vez mais exigentes e dispersos.

O desafio do XXIV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica foi justamente o de discutir o fenômeno da inovação em rede. Mas, mais do que isso, o das redes de inovação! Se o primeiro surge com uma alternativa estratégica das próprias organizações que vêem, na complementaridade de competências, uma alternativa para manter, quando não ampliar seus padrões de competitividade, o segundo fenômeno é como que a institucionalização e a decorrente sistematização deste processo integrado.

Portanto, é papel dos pesquisadores e profissionais que atuam na área de política e gestão da inovação tecnológica contribuir para uma melhor compreensão dos fenômenos em curso e por vir, para, a partir daí, desenvolver novas competências necessárias para lidar com as mudanças decorrentes. Para tal, torna-se, fundamental a existência de um fórum que permita o intercâmbio sistemático de informações sobre os conceitos e práticas emergentes nesse campo de conhecimento. Similaridades e discrepâncias nas diretrizes e políticas governamentais e nos estilos de administração das empresas precisam ser confrontadas e analisadas. Novas abordagens, experiências e práticas de sucesso precisam ser conhecidas e difundidas tanto nacional quanto internacionalmente.

REALIZAÇÃO: ANPAD - NITEC/EA/UFRGS - PGT/USP

APOIADORES: UFRGS, FAURGS